Governo Mundial

Just another WordPress.com weblog

Revoluções islâmicas, pactos secretos e a influência do ‘Neo-Bolchevismo”

As revoluções que estão acontecendo no mundo islâmico são parte do projeto global da Nova Ordem Mundial Illuminati.

Revoluções islâmicas, pactos secretos e a influência do “Neo-Bolchevismo”

Assassinados por compatriotas fanáticos, Anwar El-Sadat e  Yitzhak Rabin pagaram o mais alto preço pela paz, mas o prazo de validade do produto que adquiriram está se esgotando rapidamente. A queda de Hosni Mubarak retira do cenário um dos poucos obstáculos que ainda retardavam a constituição da grande unidade estratégica islâmica destinada a instaurar o Califado Universal, e de passagem, varrer Israel do mapa. Alguns fatores, que as mentes iluminadas dos comentaristas internacionais de praxe não vislumbram nem de longe, contribuem para elevar à enésima potência a periculosidade do momento:
A Irmandade Muçulmana, matriz ideológica das forças revolucionárias no mundo islâmico, talvez não tenha dado o impulso inicial da rebelião egípcia, mas é com certeza a única organização política habilitada a tirar proveito do caos e dominar o país após a saída de Mubarak.
A política agrícola do governo Obama parece ter sido calculada para fomentar a rebelião. O Egito, país desértico, depende essencialmente do trigo americano, cujo preço subiu 70 por cento nos últimos meses, enquanto o dólar baixava de valor, criando uma situação insustentável para os egípcios. Com meses de antecedência, analistas econômicos avisavam que a coisa ia explodir
Rebeliões similares vêm se esboçando em outros países islâmicos, como Tunísia, Jordânia e Iêmen, sempre dirigidas à mesma meta: eliminar os governos pró-ocidentais e ampliar a influência da Irmandade Muçulmana, aliada do  Hamas e de outras organizações terroristas. O estado de pânico que se espalhou entre aqueles governos pode ser avaliado pelo fato de que nos últimos meses importaram mais trigo do que nunca, dificultando ainda mais a vida dos egípcios.

Read more at novaordemglobal.blogspot.com

 

Anúncios

junho 16, 2011 Posted by | Uncategorized | , , , , | Deixe um comentário

Nova Ordem Mundial: revolução cultural e política

A Nova Ordem Mundial, planejada há séculos e ridicularizada pela mídia como ‘teoria da conspiração’ já está quase entre nós. Falta pouco, muito pouco.

Nova Ordem Mundial: revolução cultural e política

Não há dúvida de que uma parte da maçonaria e outras sociedades secretas e discretas do ocidente contribuíram decisivamente para o desmantelamento da Igreja Católica nos últimos três séculos. Formas alternativas de institucionalização do gnosticismo foram promovidas ao longo da modernidade ocidental de um modo avassalador.
O Ocidente, à beira de uma nova ordem mundial orquestrada por grupos como o Clube de Bilderberg, caminha para a destruição completa não só da Igreja de Roma, como também de toda a cristandade de um modo geral.
É claro que a consumação disso dependerá da permissão de Deus. Porém, considerando os aspectos dessa questão relativos à natureza revolucionária de seus agentes, vemos que intentos destes são de uma diabolicidade atroz.
Read more at novaordemglobal.blogspot.com
 

outubro 22, 2010 Posted by | Uncategorized | , , , , | Deixe um comentário

Como a Revolução Obama tomou conta dos Estados Unidos

Obama é o escolhido dos Illuminati para levar os Estados Unidos um passo adiante na direção do Governo Mundial da Nova Ordem Mundial.

Como a Revolução Obama tomou conta dos Estados Unidos

Percepções da realidade estão sendo forjadas através de uma combinação de propaganda, desinformação, negação e engano por parte da esquerda radical, que se apossou do Partido Democrata.
Nota do editor: Esse material foi escolhido, editado e atualizado de um importante livro de Robert Chandler, Shadow World (disponível na Barnes&Noble), publicado pela Regnery. Ele representa o tipo de reportagem investigativa de que precisamos tanto e somos negados pela grande mídia.
S. Steven Powell escreveu em seu livro de 1987,  Covert Cadre, que a atividade revolucionária defendida pelo Marxista Antonio Gramsci passava pela necessidade de “infiltrar-se em instituições autônomas – escolas, mídia, igrejas, grupos de interesse políticos – para transformar radicalmente a cultura, que determina o ambiente no qual agem as políticas públicas e econômicas. Ou, como disse Carl Boggs, autor de Gramsci’s Marxism, o papel da teoria revolucionária é fundar uma nova ordem socialista exatamente através da negação e transcendência da sociedade burguesa.” Essa “transcendência da sociedade burguesa”, explica Boggs, foi a prioridade número um de Gramsci – “a transformação multidimensional da sociedade civil.” Read more at novaordemglobal.blogspot.com
 

outubro 2, 2010 Posted by | Uncategorized | , , , , , , | Deixe um comentário